Jovem assistida pela Avosos desperta talento para pintura de lindos quadros


Foi na Sala de Pedagogia da Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) que Thauanne Macêdo da Silva (14), do município de Capela, despertou seu talento para as artes. “A arte me acalma, distrai… É uma terapia”, revela a jovem, que neste ano resolveu pedir de presente de aniversário telas e pinceis para sua mãe Mariangela.

É no colorido de suas telas que Thau, como é carinhosamente conhecida na Casa Tia Ruth de Apoio à Criança e ao Adolescente com Câncer, encontra distração e leveza. “Busco vários temas, não tenho um específico. Agora tenho pintado mais borboletas. Não sei porque estou me identificando mais com as borboletas, nem também sei o que alguns quadros significam. Normalmente deixo minha mente livre”, comenta Thauanne.

A jovem destaca que alguns de seus quadros foram inspirados no trabalho de Romero Britto. “São quadro mais coloridos, fortes e gosto muito da cor azul também. No mês de agosto comecei este aqui [apontando para o quadro] lá no Hospital [HUSE]. Em outro utilizei alguns CDs e botões. Fiz também uma mandala para minha tia e dois quadros para a Avosos, um para Sara [assistente social] e outro para Raquel [psicóloga]”, descreve Thau.

A artista lembra que fez seus primeiros ensaios aos 12 anos, tendo como cenário a igreja que frequentava com sua mãe. “Hoje pinto na minha casa, em um local aberto e arejado. Faço porque me distraio e não sei definir minha obra. Esta é uma pergunta difícil [sorriso]”, revela Thau, que pensa em expor e vender seus lindos quadros.

 

 

 

Raquel Bezerra, psicóloga da Avosos, ao lado de Thau

Sara Mônica, assistente social da Avosos, e Thau